16ª Subseção

A 16ª subseção da Ordem dos Advogados de São Paulo está situada na cidade de Bragança Paulista e foi criada oficialmente em 1932.

Naquele ano, o jornal Diário Nacional publicou a lista de advogados inscritos na subseção da cidade. Entre os nomes está o do advogado Francisco do Castro Ramos, que seria eleito como primeiro presidente da entidade em 1933.

1ª Diretoria

Presidente: Francisco de Castro Ramos
Vice-presidente: Álvaro Correa Clima
Secretário: Arlindo Figueiredo
Tesoureiro: José Leme Damásio

Segundo o ex-presidente José Amicis Vasconcellos Diniz, como a 16ª subseção não possuía sede oficial no início, as reuniões e atividades eram realizadas no próprio escritório dos presidentes. Segundo ele, o último presidente que cedeu seu escritório foi o dr. Oscar Guimarães.

Após a inauguração do fórum, localizado na praça Raul Leme, uma sala foi destinada aos advogados, sendo esta a sede provisória da subseção. Em junho de 1978, foi locada a sala nº 29 do edifício Centro Liberal para sede oficial.

Com o apoio da seccional da Ordem dos Advogados, em junho de 1964 foi inaugurada a Sala dos Advogados, nomeada de "Sala Advogado Álvaro Correa Lima".

Devido ao aumento de advogados inscritos na subseção de Bragança Paulista e da quantidade de serviços prestados à classe, era ideal que a subseção possuísse sua Casa do Advogado. Assim, foi dirigido um ofício ao então prefeito Alberto Diniz em 1979, solicitando a doação de uma área ao lado do novo fórum, situado na Av. dos Imigrantes, para a construção da Casa.

O jornal Diário, de Bragança Paulista, publicou em 1979 matéria sobre o pedido solicitado à prefeitura da cidade e a construção da Casa do Advogado:

"Recentemente, os membros da diretoria da 16ª local da Ordem dos Advogados do Brasil estiveram em contato com os vereadores solicitando seus apoios para a referida doação, quando, sob a presidência do Dr. José Amicis V. Diniz, conseguiram dos edis bragantinos a promessa de integral adesão à causa" Diário, 1979


Escritura de Doação

Em 1981, o jornal Diário de Bragança acompanhou o processo de idealização da obra da Casa do Advogado:

"Como foi amplamente anunciado, realizou-se no último dia 10 às 11 horas, no gabinete do prefeito municipal o ato de doação feita pela municipalidade de um terreno à secção de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil destinado à construção da Casa do Advogado da 16ª sub-secção desta cidade." Bragança Jornal Diário, 1981

"Localizado com frente para a avenida dos Imigrantes e com a área de 1.346 metros quadrados, o terreno em apreço representa antiga aspiração da classe e está em privilegiada situação, contiguo a área onde futuramente será construído o novo Fórum da Comarca." Bragança Jornal Diário, 1981

Em dezembro de 1991, após muitas lutas, a Casa do Advogado de Bragança Paulista foi inaugurada no terreno doado pela prefeitura.

Diretoria atual – Gestão 2016-2018

Presidente: Leandro Ferreira de Souza Netto
Vice-Presidente: Rodrigo de Salles Siqueira
Secretária: Raquel Petroni de Faria
Secretário Adjunto: Volney Zamenhof de Oliveira Silva
Tesoureira: Virginia Anara Almeida Silva Rodrigues

Galeria de ex-presidentes

1933/1944 - Francisco de Castro Ramos
1945/1950 - Abel Benedicto Baptista de Oliveira
1951/1962 - Oscar Guimarães
1963/1966 - João Hermes Pignatari
1967/1968, 1971/1972 e 1979/1982 - José Amicis Vasconcellos Diniz
1969/1970 - Olmiro Gayer Athaydes
1973/1976 - Arnaldo Martin Nardy
1977/1978 - José Eduardo Suppioni de Aguirre
1983/1984 - Augusto Alberto Rossi
1985/1990 - Renato Luiz Dias
1991/1992 - Marcus Vinicius Valle Júnior
1993/1994 - Sérgio Helena
1995/1997 - Miguel Ângelo Brandi Júnior
1998/2003 - Rossano Rossi
2004/2009 - Regina Aparecida Miguel
2010/2012 - Eloísa de Oliveira Zago
2013/2015 - Marcos Túlio de Souza Bandeira
2016/2018 - Leandro Ferreira de Souza Netto

Um pouco mais de história...

Francisco de Castro Ramos

O primeiro presidente da 16ª subseção da Ordem dos Advogados, Francisco de Castro Ramos possuiu seis mandatos na subseção de Bragança Paulista. Em dezembro de 1935, o jornal Correio Paulistano publicou homenagem a Francisco de Castro Ramos:

"Profissional distincto, de muita cultura e probidade, tendo um grande amor à sua profissão, o dr. Castro Ramos possui, sem dúvida, qualidades que o põem em destaque na advocacia. (...)" Correio Paulistano, 1935

Francisco de Castro Ramos também atuou como conselheiro da Ordem dos Advogados. O Jornal de Notícias publicou o resultado das eleições, em 1944, na qual consta Francisco Ramos como um dos conselheiros eleitos:

O jornal Correio Paulistano publicou em 1942 uma matéria na qual o dr. Francisco Ramos foi homenageado ao lado do dr. Pelágio Lobo e do dr. Abner Mourão. Na ocasião, os três se tornaram diretores do jornal O Estado de São Paulo.

"O dr. Francisco de Castro Ramos é uma figura de inconfundível valor moral e intelectual entre os advogados de S. Paulo, e isso basta para fazer-lhe o elogio, pois não há quem como tal não o conheça e também não lhe aprecie as qualidades de perfeito e irrepreensível cavalheiro" Correio Paulistano, 1942